terça-feira, 27 de setembro de 2016

Alter Bridge:Ótimo Exemplo de Como Soar Pesado, Moderno e Cativante



Fundado em 2004, o grupo Norte Americano logo ganhou notoriedade em sua estreia, "One Day Remais", destacando o vocalista Myles Kennedy, que também ganhou visibilidade na banda solo do guitarrista Slash, e os riffs de Mark Tremonti, sempre com pegada e melodia.
Desde então vem numa crescente, sempre obtendo resultados expressivos, e agora estreia nova gravadora, o selo independente Napalm Records, o que com certeza trouxe mais liberdade ao quarteto, e isso se reflete nesse novo trabalho, "The Last Hero", o quinto da banda, que tem seu lançamento marcado para 7 de outubro.

Em "The Last Hero", onde o grupo explica que há um tema recorrente, onde prestam tributo, e também falam sobre a necessidade de heróis e líderes em um mundo complexo. Como disse antes, essa mudança para uma gravadora independente parece ter feito muito bem ao grupo, pois normalmente há mais liberdade para o artista, e se a banda nunca me chamou uma atenção maior, neste novo álbum revi meu conceito, pois os caras estão com um som vigoroso e pesado, em um Hard Rock moderno e cativante.


O peso, melodias cativantes e a pegada podem ser sentidos já com a abertura “Show me a Leader”, em uma introdução pesada e liderada pela guitarra, que descamba em um andamento com groove e peso, com muita melodia e refrão pegajoso, um hit com certeza; sinta o peso das guitarras e da cozinha, que “soca” os alto falantes sem dó, na massa sonora de faixas como “The Writing on the Wall” e “The Other Side”, além de “Losing Patience”, onde alterna muito bem a massa sonora das guitarras com peso e melodias cativantes, e o que falar da porradaria de "Crows on a Wire" e seus riffs pesadíssimos? Exemplo positivo de como soar "pesado e moderno".



O Alter Bridge mostrou grande capacidade de criar boas e cativantes melodias, esbanjando energia por todo o álbum, e além de canções com muito peso e vigor, há espaço para Rocks mais comerciais e agradáveis, como “My Champion”, por exemplo; “Cradle to the Grave”, e seu andamento mais meio-tempo, mais melodiosa, numa linha “Power Ballad”, daquelas que a base segue bem melódica e cresce no refrão;  A faixa título, “The Last Hero”, fecha com excelência, trazendo ótimos vocais, alternando peso e melodia, nervosa e vibrante. Dê uma sacada no peso lá pelos 4 minutos e meio dela, e no final.

A banda não teve medo de sentar a mão, em um álbum vibrante, variado, com peso, groove e melodias cativantes. Com certeza um álbum que agradará aos fãs e conquistará novos adeptos.

Ficha Técnica
Banda: Alter Bridge
Álbum: “The Last Hero” (2016)
País: EUA
Estilo: Modern Hard Rock
Produção: Michael Baskette
Selo: Napalm Records

Site Oficial



Line Up
Myles Kennedy: Vocais e Guitarra
Mark Tremonti: Guitarras e Vocais
Brian Marshall: Baixo
Scott Phillips: Bateria

Track-List
Show me a Leader
The Writing on the Wall
The Other Side
My Champion
Poison in Your Veins
Cradle to the Grave
Losing Patience
This Side of Fate
You Will Remembered
Crows on a Wire
Twilight
Island of Fools
The Last Hero




Nenhum comentário: